Notícias

Notícias

ago 25, 2021

Economia de baixo carbono é tema do FIEPE Ambiental

O Conselho Temático de Meio Ambiente (Contema) realizou mais uma edição do FIEPE Ambiental nesta terça-feira (25), com transmissão virtual a partir da Casa da Indústria. Conduzido pelo presidente do grupo, Anísio Coelho, o debate abordou temáticas sobre a economia de baixo carbono e os casos do Reino Unido e do Brasil.

A oportunidade contou com as presenças virtuais de Anthony Preston, vice-cônsul geral e vice-diretor de Comércio e Investimento para o Reino Unido no Brasil; Ana Terra, especialista em Energias Renováveis do Governo Britânico no Brasil; e de Davi Bomtempo, gerente executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Em sua fala, Anísio Coelho destacou a importância de se discutir a economia de baixo carbono como uma agenda governamental. “Sabemos que o aquecimento global é uma realidade, logo diminuir as emissões de gases e ampliar o uso de energias renováveis são soluções aliadas para reduzir os impactos nocivos ao planeta”, disse na ocasião.

Em sua apresentação, Preston reiterou a forma como o governo britânico vem lidando com o assunto e investindo em projetos-verdes e de energia limpa, destacando, ainda, a importância do Nordeste para a geração renovável do País. Já Ana Terra ponderou sobre o fato de os problemas climáticos também serem problemas econômicos e sociais e propôs que as soluções visem resolver essas fragilidades. Segundo ela, o crescimento limpo é um papel de todos.

Sob a ótica da indústria, Davi Bomtempo chamou atenção para o papel da CNI frente a esses cenários por meio das articulações técnica e política, a fim de aumentar a eficiência e contribuir para a competitividade das nossas indústrias. Como parte desse trabalho, ele disse ainda que a CNI solicitou formalmente a entrada do Brasil como membro da OCDE, principalmente para se discutir assuntos como a politização do Acordo Mercosul, o Green Deal e a recuperação no pós-covid.

compartilhe