Notícias

Notícias

jun 07, 2019

Em busca de soluções, estudiosos e empresários debatem a economia circular

Economia circular foi o mote do debate realizado pelo FIEPE ambiental, nesta quinta-feira (6) no salão foyer da Casa da Indústria. O encontro faz parte de uma série de eventos programados para este ano, em comemoração aos 10 anos do projeto. Na oportunidade, Fátima Brayner – doutora e pesquisadora sênior do Instituto SENAI de Tecnologia em Meio Ambiente – e Tiago de Andrade Lima (Queiroz Cavalcanti Advocacia) trocaram ideias e sugeriram práticas capazes de fortalecer a sustentabilidade dos negócios industriais.

O presidente do Conselho Temático de Meio Ambiente da FIEPE, Anísio Coelho, destacou que a indústria tem evoluído bastante nos últimos anos com relação aos temas. “Podemos dizer que não é só pela preocupação com o meio ambiente, mas porque também existe um retorno econômico”, garantiu.

Segundo Fátima Brayner, do ponto de vista ambiental, percebe-se um avanço com relação à agenda da sustentabilidade. “Apesar de a economia circular engatinhar no Brasil, notamos que há muitas práticas no mundo a fora, como na China, e que podem ser perfeitamente discutidas aqui”, disse a professora, ressaltando a importância das políticas públicas para que o processo ganhe efetividade.

A defesa da professora é que a quantidade de resíduos decorrentes da produção e do consumo está numa nova proposta alternativa: a economia circular. Esse modelo reúne toda a cadeia do produto, gera oportunidades de negócios e traz benefícios ambientais e sociais. Em resumo, o ciclo compreende redução, reutilização, recuperação e reciclagem dos materiais e da energia, substituindo o conceito de finito, presente na economia linear, por novos fluxos, como o compartilhamento.

Já o advogado Tiago de Andrade Lima defendeu a aplicação das normas com o intuito de incentivar a economia circular. “Se não tiverem normas que estimulem, não conseguiremos que o instrumento ganhe efetividade”, explicou.

Apresentação FIEPE Ambiental – Economia Circular 06.06.2019

Equipe GERI – FIEPE

compartilhe