Notícias

Notícias

mar 31, 2021

Sondagens da Indústria e da Construção apontam recuo

Levantamento da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) apontou que os dados relacionados ao Volume de Produção recuou significativamente em fevereiro de 2021 e volta a ficar abaixo dos 50 pontos. O número compõe a Sondagem Industrial do Estado.

No mês em questão, o índice decresceu 6,3 pontos em relação a janeiro e atingiu 44,1 pontos, ficando abaixo do resultado nacional, de 47,1 pontos. Em relação ao mesmo mês de 2020, o índice apresentou uma queda de 2,7 pontos. Os indicadores das médias (48,7) e grandes empresas (41,3) apresentaram queda de 4,1 e 11,2 respectivamente, enquanto que o das pequenas empresas (47,4) obteve crescimento de 4,3 pontos em relação ao mês passado.

Já o índice que mede a Evolução do Número de Empregados também apresentou retração de 3,6 pontos em relação ao mês anterior e chegando aos 48,2 pontos. Em comparação a fevereiro de 2020, o índice decresceu, apresentando uma variação negativa de 1,0 ponto. “Esse resultado mostra que a indústria está começando a perceber o impacto da morosidade na vacinação e a desconfiança com relação as medidas necessárias para o retorno do crescimento da economia”, justificou o economista Cézar Andrade.

Construção Civil

O índice de atividade da indústria da Construção Civil saiu de 40,7 pontos em janeiro de 2021 para 39,4 pontos em fevereiro do mesmo ano. O retrocesso do nível de atividade em relação ao mês anterior foi de 1,3 ponto e, com isso, continua abaixo dos 50 pontos, deixando o indicador em um cenário pessimista. O número está abaixo da média da série histórica iniciada em dezembro de 2009, quando chegou a registrar 45,4 pontos. Em comparação ao mesmo mês do ano anterior, houve uma variação negativa de 3,9 pontos, o que deixou o índice em 38,5 pontos.

compartilhe