Notícias

Notícias

fev 13, 2020

Troca de experiências internacionais e networking marcam encontro do CJE

O Comitê de Jovens Empresários (CJE) da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) se reuniu, nesta quarta-feira (12), na Casa da Indústria. O encontro permitiu que os jovens conhecessem mais sobre o Sistema FIEPE, bem como a atuação das suas casas e os serviços prestados ao setor industrial, sobretudo os focados na defesa de interesse do segmento.

Na oportunidade, o gerente de Relações Industriais, Maurício Laranjeira, e o coordenador de Defesa de Interesse da FIEPE, Roger Bold, explicaram como os diretrizes do Sistema funcionam e se mostraram abertos às demandas dos jovens que fazem parte de outros segmentos. “O CIEPE, por exemplo, atua como o braço do Sistema para abarcar as empresas que não fazem parte do ramo industrial. Portanto, vocês podem ter acesso aos produtos e aos serviços por meio dele”, disse.

Bold aproveitou também para dizer que as instituições estão disponíveis para auxiliar os novos integrantes no que eles precisarem. “O nosso setor de Defesa de Interesse atua para atender às indústrias, mas, eventualmente, se tiver alguma necessidade transversal aos setores (industrial, comércio, entre outros), a FIEPE tem todo o interesse em defender o pleito em conjunto”, afirmou.

O novo coordenador do grupo, Rubem Martins, fez questão de apresentar as soluções que a Federação proporcionou ao setor ao qual faz parte. “Encomendamos um estudo, por meio do Sindicato, que mapeou todas as particularidades do mercado de calçados para que pudéssemos atuar de uma maneira mais eficaz e competitiva, que foi bastante exitoso e, sem falar, que o valor da pesquisa foi bem mais barata do que as que são oferecidas pelo mercado ”, revelou. O vice coordenador do CJE, Rodrigo Veloso, endossou a fala de Rubem e pontuou também os serviços prestados ao setor da construção civil. Além de Veloso, Caio Cavalcanti e Priscilla Campello integram à vice coordenação do grupo.

A novidade da reunião foi a palestra de Rodrigo Azevedo, da Canadá Intercâmbio. Em um trabalho conjunto com a superintendente da FIEPE, Fernanda Mançano, o empresário apresentou um programa de imersão voltado para os jovens com foco na liderança e na inovação no Canadá. “Tivemos um cuidado em elaborar um projeto que atendesse às necessidades empreendedoras de vocês, para que possam aplicar, após a experiência, à realidade das suas empresas”, adiantou.

Para se ter ideia, segundo Azevedo, o mercado de capacitações no Canadá movimenta por ano 15 bilhões de dólares com estudantes estrangeiros. Além desse networking, os participantes atualizaram o conhecimento sobre as perspectivas da economia do País e de Pernambuco para 2020, com o economista da FIEPE, Cézar Andrade, e também concluíram a divisão dos grupos de trabalho do CJE.

compartilhe